Oi Papai Noel, sou Eu de novo.

Texto: Karen Marques


Há quem acredite no bom velhinho e há quem seja o bom velhinho. Esse ano de forma bem-humorada eu vou dizer: Independente de quem for, eu quero o meu presente!

- Ah, mas você não foi uma menina boa!

Eu: Oi? Eu fui a melhor menina que poderia ser, e isso por si só não é ser boa, é ser ótima, é ser esplêndida, é ser guerreira, é ser ótima, é ser maravilhosa. Mais algum adjetivo para essa velha amiga modesta que vos fala?

Esse texto não será sobre a magia do Natal que envolve celebrações, paz mundial, família, amigo secreto e toda bondade que transborda nessa data tão especial. Quero falar sobre o meu presente, de forma mais egoísta, porque sim, eu mereço, tu mereces, nós merecemos, vós mereceis, eles/elas merecem! Ou seja, todos os pronomes pessoais da língua portuguesa merecem.

Voltei a infância esse ano, fiz minha carta para o Papai Noel e assim como criança, não agradeci, apenas pedi.

- E o que você pediu?

Eu: Pedi a ele coisas que o dinheiro não pode comprar.

- E lá vem a emocionada!

Sim, eu pedi a ele coisas que o dinheiro não compra. Pedi a ele saúde, porque de nada adianta eu ter todos os recursos para fazer o que quer que seja se eu não tiver saúde. Pedi a ele amigos, não somos ninguém sem amizades sinceras para compartilhamos nossas alegrias e tristezas. Ah, pedi a ele paciência. Afinal, queremos tudo para ontem, mas o ontem já passou e assim acabamos sem conseguir conquistar nossos desejos. Pedi amor, muito amor. Amor para compartilhar, para transbordar. Na minha intensidade é o amor que me acalma. Pedi as realizações de planos que estão guardados em uma caixinha especial dentro de mim. Aqueles planos que são somente nossos e que as vezes visitamos para termos certeza de que eles continuam ali, ainda que não realizados. E sobretudo, pedi a ele sabedoria para entender se nada disso me acontecer.

Bom velhinho, espero que você tenha lido a minha carta e todas as cartas endereçadas a você. Espero que os desejos daqueles que escrevem a você, sejam realizados. Que sejam gratas surpresas ao decorrer da noite de Natal. Que os corações estejam aquecidos de esperança, de acreditar em um novo dia, um novo amanhã e em continuar acreditando nos sonhos que carregamos conosco. Feliz Natal.

38 visualizações0 comentário