12 de junho, vulgo Dia dos Namorados.

Texto: Kah Marques

Vamos falar de romance? Doze de Junho, vulgo, dia dos namorados. Data das fotos mais lindas e dos posts mais românticos.


Foto: Google. Se você é o autor dessa foto, envie-nos um email para mesclee@gmail.com e colocaremos os créditos devidos.

Restaurantes lotados e presentes em lindas caixas prontos para serem entregues. Rosas vermelhas e vinho tinto. Lareiras, viagens e declarações de amor eterno ou somente “Feliz dia dos Namorados”. Mas, o quê de fato representa a data? Honestamente, sou contra aquela típica resposta que todos dão: “É apenas uma data comercial”, ou “todo dia é dia”, que é a mesma resposta para os dias das mães, dia das mulheres ou qualquer outra data comemorativa. O fato é, deve-se comemorar sim e, infelizmente, devido a correria do dia a dia não se tem como comemorar diariamente, por isso, eis as datas estabelecidas em nosso calendário para que cada casal faça como quiser.


Esse é o famoso dia em que as comprometidas se sentem amadas, realizadas e as solteiras sentem-se feliz do mesmo jeito (pensou que eu iria escrever o contrário né?).

É verdade que muitas de nós, mulheres têm vontade de ter um relacionamento sim, mas hoje isso é longe de ser uma prioridade e o amor que buscamos vai além do que é demonstrado nas redes sociais, vai além dos textos escritos com juras de amor, curtidas e marcações nas fotos para que todo o mundo veja.

Preferimos estar sozinhas no sentido de relacionamento do que viver um romance supérfluo. Não queremos apenas molhar os pés, queremos mergulhar a fundo e para que isso aconteça requer confiança, entrega e disposição, coisa que anda faltando no mercado. E muitas de nós aprendemos que somos a nossa melhor companhia e que está tudo bem passar o dia dos namorados sozinhas, está tudo bem estarmos sozinhas, porque o mais importante é estarmos conosco. O importante não é termos uma companhia, mas sermos a nossa companhia. Superamos o dia dos namorados com a maturidade de quem entende de que independente do estado civil o importante é estarmos felizes. O importante é a nossa amiga que tem aquele relacionamento estar realizada, porque foi-se a época da coitadinha, do ah eu também queria ir no restaurante. Hoje, se quisermos, pegamos um uber e vamos no restaurante também independente da data. E no dia em que aparecer aquele moço interessante, estaremos prontas para irmos com ele e está tudo certo. Como dizia meu avô: - Sem choro e sem agouro.

E por fim, comemore sim o dia dos namorados, independente do seu estado civil. Comemore com seu namorado, com seus amigos, com seu animalzinho de estimação, com sua família, com seu crush e principalmente você mesmo. Que o dia 12 seja o dia do Amor e esse dia é digno de ser compartilhado com todos a sua volta. Apenas comemore!

83 visualizações1 comentário