Autoestima e a obesidade na pandemia


A autoestima é o julgamento que as pessoas fazem de si mesmas, podendo ser bom ou ruim. É uma qualidade em que o indivíduo possui confiança na sua maneira de ser, tanto internamente, quanto como ele enxerga o seu exterior. Está relacionada de maneira direta ao psicológico e pode afetá-lo de forma significativa quando está muito baixa.

O isolamento social tem aumentado consideravelmente a quantidade de pessoas com baixa autoestima relacionada ao ganho de peso. A ansiedade, estresse e depressão nesses dias de incertezas e inseguranças, faz com que os indivíduos desenvolvam a famosa compulsão alimentar. Caracterizada pelo consumo desnecessário de calorias por dia e, consequentemente, o aumento da gordura corporal, o que gera sobrepeso ou pré-obesidade.

É nesses momentos que nota-se a importância do autocuidado e autoconhecimento, que cada pessoa invista um tempo para a busca na melhora da autoestima. Que saibam detectar em si alguns dos sintomas, que podem ser: a necessidade exagerada de comer a todo tempo; a não aceitação da sua imagem no espelho; desânimo; a falta de cuidado com o seu corpo; as roupas que usava antes da quarentena não estar servindo mais, e sentir-se mal por isso; a vontade de ficar de pijama o dia inteiro ou ficar só na cama; a falta de energia para atividades básicas, entre outros.

Ao detectar qualquer sintoma, deve-se procurar um profissional capacitado. O aumento de peso excessivo é o primeiro passo para a obesidade, causadora de diversas comorbidades e fator de risco para a COVID-19.

Segundo o Dr. Joffre Rezende, gastroenterologista e especialista em tratamento de obesidade, estar acima do peso aumenta a possibilidade de diabetes, hipertensão e também podem causar doenças cerebrovasculares como infarto e o AVC (Acidente Vascular Cerebral). Um problema como a baixa autoestima, que para muitos parece tão pequeno, pode provocar a diminuição da expectativa de vida. Por isso, se faz necessário o início do tratamento o quanto antes, uma vez que a qualidade de vida do paciente irá aumentar tanto de forma física, quanto mental.

0 visualização