top of page

Artista plástico brasileiro Samuel Caixeta vende sua primeira obra NFT no Egito

O artista plástico brasileiro Samuel Caixeta vendeu sua primeira obra "Será que foi sorte?" em NFTs (Tokens não fungíveis) durante sua exposição no Museu Nacional da Civilização Egípcia (The National Museum of Egyptian Civilization). Autodidata em artes plásticas, premiado no International Salon of Contemporary & Urban Art de Nova York e representado pelas galerias Saphira & Ventura (Nova York, Singapura, São Paulo e Paris, Madri, Miami e Itália), Samuel participa pela primeira vez de uma exposição em arte digital em NFT.


"A vida se torna interessante porque todos nós temos vários sonhos e paixões para perseguir. Isso nos mantém motivados e nos permite experimentar várias situações na vida que nos tornam quem somos como pessoas. Devemos definir metas, mas é preciso entender que não devemos parar ou nos limitar uma vez que alcançamos nosso objetivo. Devemos estar abertos para explorar mais e reconhecer muitas oportunidades que estão presentes diante de nós. Esse quadro aborda justamente isso", conta o artista plástico Samuel Caixeta, que está no Egito para acompanhar a exposição.


NFTs

Samuel Caixeta apresentou em sua arte digital em NFTs, Tokens não fungíveis, que comprova por meio de um mecanismo de blockchain seguro que a obra de arte original é de propriedade exclusiva do comprador, podendo ser visualizada por outras pessoas.


Samuel Alves Caixeta

Goianiense, nascido em 1995 e autodidata em artes plásticas. Sempre gostou de desenhar e criar esculturas. Cresceu em um ambiente permeado de arte: quadros, esculturas, tintas e pincéis por toda parte! Seus pais são artistas plásticos há 40 anos e sempre o incentivaram e apoiaram a seguir seus sonhos. Ainda na infância fez cursos de desenho e escultura. Participou do workshop de grafite com o lendário Jay Milder, o pioneiro do grafite no mundo e mentor do artista Basquiat. Foi premiado no International Salon of Contemporary & Urban Art de Nova York. Além de ser representado pelas galerias Saphira & Ventura (Nova York, Singapura, São Paulo e Paris, Madri, Miami e Itália), Expoarte (Brasília-DF) e Ebner Galeria (Anápolis-GO), participou de exposições nos Estados Unidos, Itália, França e Brasil.

Em 2016 se graduou em Teologia pela Faculdade Kurios, e tem MBA em Marketing e Inteligência Digital e Pós-graduação em Gestão Comercial e Inteligência do Comércio pelo Instituto de Pós-graduação (IPOG). "Apesar de todo currículo, o que considero mais importante é o dom da arte, que acredito ter sido presente de Deus na minha vida. Ademais, com dedicação,diligência e perseverança, eu busco me aperfeiçoar a cada dia", afirma.

21 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page